Tradicional festival chinês mata cachorros para servir com licor. - Salve o Planeta

Tradicional festival chinês mata cachorros para servir com licor.

- julho 05, 2018



Cidade do sudeste do país promove, até o dia 30 de junho, um evento para aqueles que gostam de degustar a carne do animal conhecido como o melhor amigo do homem.

Anualmente, a cidade chinesa de Yulin atrai visitantes de diferentes partes do mundo para o seu Festival da Carne de Cachorro e Licor de Lichia, quando milhares de cães são sacrificados para serem devorados pelos que lá estão. Os animais ficam amontoados em jaulas ou exibidos já mortos nos açougues e são degustados assados. Cada um custa cerca de R e também podem ser encontrados gatos, mas estes em menor quantidade.

 A cidade está localizada numa região autônoma do sudeste da China, que ainda resiste à lei que proíbe a venda de carne de cachorro  em restaurantes, mercados e outros comércios do país. De qualquer forma, o assunto não passa despercebido pelos defensores dos animais – ao caminhar pelo evento, é comum ver ambientalistas comprando os que ainda estão vivos para salvá-los.  Também já foi feito um abaixo-assinado para acabar com o sacrifício maciço dos cães, o documento chegou a ter mais de 12 milhões de assinaturas.

Apesar do festival ainda receber muitas pessoas interessadas em comer a carne dos bichinhos brindando com licor, o número de abates tem diminuído nos últimos anos, dizem os organizadores. Eles alegam que comer cães é uma tradição da região e que não é diferente de se alimentar de outras espécies similares. Mas, engana-se quem pensa que é possível encontrar carne de cachorro  em qualquer lugar da China. Ela só é consumida em algumas áreas do sul e do nordeste. Só que muita gente fica sem o animal de estimação por conta deste hábito: vários dos cães que são servidos em festivais deste tipo são roubados dos seus donos ou achados nas ruas. As organizações defensoras dos animais afirmam que cerca de 10 milhões de cachorros são consumidos por ano no país.

Fonte: Omymag
Advertisement