Bombeiros salvam 8 filhotes de bueiro – depois percebem que não se tratam de cachorros - Salve o Planeta

Bombeiros salvam 8 filhotes de bueiro – depois percebem que não se tratam de cachorros

- abril 24, 2018




Resgatar animais é na maioria das vezes difícil e estressante.

Muitas vezes, o animal em questão está preso em um lugar estranho. Às vezes pode ser uma árvore, às vezes é um arbusto espinhoso – nos piores casos, os filhotes de alguma forma se afastaram de suas mães e acabaram em espaços apertados.

Nestas situações difíceis, precisamos contar com pessoas persistentes, precisas e cuidadosas.
Talvez seja por isso que os bombeiros se dão bem quando se trata de ajudar animais presos.

Na semana passada, o capitão de bombeiros Brian Vaughan recebeu um telefonema e imediatamente entendeu que era uma urgência.

Oito pequenos filhotes de cachorro de cor preta tinham sido encontrados presos em um bueiro. A pessoa que fez a chamada acreditava que uma ninhada de filhotes de labrador havia sido abandonada pelos donos.

Em não mais de 20 minutos após a chegada dos bombeiros, todos os filhotes foram retirados com sucesso do bueiro. Eles pareciam estar ilesos e foram levados para a Humane Rescue Organization na região de Pikes Peak.

Foi só então que as pessoas perceberam que não tinham salvo filhotes de cães. Na verdade, os filhotes pretos haviam se transformado em animais de pelo vermelho.

“Um dos veterinários disse: ‘Não, não são labradores, são raposas'”, explicou Vaughan à CBS em Denver.

As raposas são extremamente comuns nas áreas em torno das Montanhas Rochosas, que é exatamente onde esta ninhada foi encontrada.

Travis Sauder, gerente de Parques e Vida Selvagem do Colorado, disse à CBS4 que não está surpreso que a ligação tenha sido feita aos bombeiros. Nem que as raposas tenham sido encontradas, em primeiro lugar.

“Nesta época do ano, há muitos animais que estão na época de dar cria e as mães costumam procurar esse tipo de esconderijos”, disse Sauder.

Segundo Sauder, as raposas serão levadas de volta para o bueiro, na esperança de que sua mãe volte para cuidar delas.

“Esses animais serão colocados onde os encontramos, esperando que a mãe ainda esteja na área. Então ela poderá cuidar deles como faria se não tivéssemos intervindo. Se a mãe não estiver mais por perto, podemos levar os bebês a um local licenciado para reabilitá-los para viver na natureza”, explicou Sauder.

Mal-entendidos envolvendo animais selvagens como esse não são incomuns, então é sempre melhor chamar um especialista para identificar o animal em questão antes de tentar agir por conta própria. Infelizmente, boas intenções podem piorar as coisas para animais selvagens em casos como este.

Espero que esses filhotes de raposa se reúnam com sua mãe em pouco tempo. Curta e COMPARTILHE se você ama os animais!


Fonte:Newsner
Advertisement