Cão puxa um saco pesado para fora da água – Seu dono olha de perto e liga imediatamente para emergência - Salve o Planeta

Cão puxa um saco pesado para fora da água – Seu dono olha de perto e liga imediatamente para emergência

- março 30, 2018

Todos os dias ouvimos feitos realizados por animais, no entanto, nunca deixamos de nos surpreender ao descobrir mais um. Chame de instinto animal, se desejar, mas não podemos negar a coragem deste cão quando ele entrou no mar para resgatar outro animal do afogamento.

Mark Freeley caminhava pela praia com Storm, seu golden retriever, quando o cachorro viu um pequeno veado lutando por sua vida na água.

Sem hesitar, o animal inteligente "entrou no mar, começou a nadar em direção ao cervo, agarrou seu pescoço e nadou de volta para a praia", disse Freely, que conseguiu capturar o momento em vídeo. (Encontre o vídeo no final)


"Bom menino, Storm" pode ser ouvido dizer a Mark depois que Storm colocou o veado em terra enquanto o cão, mexia o veado com suas patas e o empurrava com o nariz, claramente preocupado e tentando fazer o animal reagir.

Freely chamou o resgate de animais, mas quando os especialistas chegaram ao local, o pequeno veado voltou correndo para a água assustado. Agora foi a vez dos humanos entrarem em ação.


"Eu realmente não tinha muitas opções", disse Frank Floridia, da Rescue League ao The New York Daily News, "Se  não entrasse na água, o cervo teria morrido".

Era necessário usar uma corda, mas depois de alguns minutos o veado estava novamente na segurança da praia, havia sofrido arranhões e pequenos cortes, mas não teve ferimentos que colocassem sua vida em risco.


Equipes de resgate então levaram o belo animal para uma fundação de resgate de animais chamada Estrella Foundation, onde o veado pode receber os cuidados necessários e depois ser libertado para a natureza a que pertence.


Definitivamente, Storm é um cão corajoso que, seguindo seus instintos, conseguiu salvar um animal em perigo e assim fazer com que seu dono se sentisse orgulhoso. Um herói! Você conhece alguma história semelhante? Conte-nos comentários.

Advertisement