A triste verdade por trás dos lindo coelhos e pintos coloridos da Páscoa - Salve o Planeta

A triste verdade por trás dos lindo coelhos e pintos coloridos da Páscoa

- março 23, 2018
    Youtube – farmsanctuary

Todos os anos pela época da Páscoa vemos pintinhos e coelhos bebês de cores incomuns como cor-de-rosa, azul e verde. Várias fotos de animais coloridos invadem nossas páginas. A Middle East Animal Foundation lançou fotos de animais que tinham sido tingidos, de forma a questionar as pessoas “Como são afinal tratados esses animais?”.

Os animais estavam na Émirats Arabes Unis, um mercado tradicional, nas festividades da Páscoa. Isso foi o suficiente para despertar a ira da organização que entende que estamos passando a mensagem errada às nossas crianças.

Embora seja muito divertido colorir ovos nessa época, nada nos dá o direito de o fazer com os animais… Isso é inconcebível!

Os animais estão à venda e pais por todo o mundo os compram para satisfazer um capricho de seus filhos. Mas o que acontece com os filhotinhos? No final as crianças acabam se cansando deles e eles são deixados à sua própria sorte.



Como funciona a coloração?
O corante é injetado nos ovos, mesmo antes dos animais eclodirem. Em seguida, quando o animal nasce já vem colorido.

Embora a coloração seja inofensiva, todos nós sabemos que não existem pintinhos nem coelhinhos de tão variadas cores. Eles acabam ficando bem longe de sua aparência natural e são usados apenas como entretenimento nas férias da Páscoa.

A proibição deste tipo de atos está se tornando cada vez mais importante em muitos estados. Associações e abrigos acabam ficando com muitos dos animais indesejados após terminar essa quadra.
A coloração acaba desaparecendo, dando lugar à plumagem final.



Adquirir um animal não é apenas uma fase. É um compromisso para a vida! / História Com Valor
Advertisement